Segunda-feira, 11/12/2017, Hora: Boa noite. Seja bem vindo!.

Atendimento
(54)2104-1150

Produtos

Ações

Ações

Porque investir em ações?

A maioria das pessoas tem a sensação de que investir em ações é algo extremamente arriscado. O medo do desconhecido, as altas taxas de juros e os períodos de elevada inflação foram, sem dúvida, o grande causador do baixo interesse dos brasileiros pelo mercado acionário.

A Bolsa de Valores tem o mito de ser um investimento para poucos, ricos e corajosos que tenham disposição de correr grandes riscos. Mas isso não é verdade. Qualquer pessoa pode investir em ações. Não existe limite mínimo para começar e é muito mais simples do que parece.

O mais importante é entender o assunto e não se transformar em um aventureiro. O conhecimento e o planejamento a longo prazo são as chaves do sucesso para quem pretende entrar neste mercado. Portanto, buscar cursos ou palestras de especialistas, faz com que os riscos envolvidos se tornem menores.

Mas o conhecimento sobre Bolsa de Valores não é a única carência da sociedade. Nenhuma escola ou faculdade ensina como se deve cuidar do dinheiro acumulado, quais as diferenças entre os diversos tipos de investimentos e como montar um planejamento financeiro pessoal de longo prazo. As pessoas não percebem, mas esse é o maior risco da grande população.

Quer se tornar sócio das empresas mais contempladas do país? Investir em ações é uma excelente oportunidade com alto potencial de rentabilidade. Na XPF Invest você ainda conta com o auxilio dos maiores especialistas do Brasil.

Investir na Bolsa de Valores é muito mais fácil do que você possa imaginar. Na XPF Invest você descobre como começar e as vantagens de investir neste mercado cada vez mais presente em nosso país.

Ações são títulos nominativos negociáveis, de renda variável, que representam um pedaço de uma empresa. É uma fração de seu capital social que é negociado no mercado, na qual sua rentabilidade não é preestabelecida, ou seja, dependera das cotações do mercado. Os preços são formados em pregão, pela dinâmica das forças de oferta e demanda de cada papel.